27/06/2023 10:38 |
Lançado novo Plano Safra
O  presidente  Lula  e o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, lançaram  nesta terça-feira em Brasília, o plano de financiamento da agricultura e da pecuária empresarial no país. 

Os recursos da ordem de  364 bilhões 220 milhões de reais  vão apoiar a produção agropecuária nacional de médios e grandes produtores rurais até junho de 2024. 

Os recursos são destinados para o crédito rural para produtores enquadrados no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e demais.

O Plano Safra 2023/2024 incentiva o fortalecimento dos sistemas de produção ambientalmente sustentáveis, com redução das taxas de juros para recuperação de pastagens e premiação para os produtores rurais que adotam práticas agropecuárias consideradas mais sustentáveis. 

Do total de recursos disponibilizados para a agricultura empresarial,  272  bilhões 120 milhões  serão destinados ao custeio e comercialização e outros  92  bilhões e 100 milhões de reais serão para investimentos.

As taxas de juros para custeio e comercialização serão de 8% ao ano para os produtores enquadrados no Pronamp e de 12% a.a. para os demais produtores.

Já para investimentos, as taxas de juros variam entre 7% a.a. e 12,5% a.a., de acordo com o programa. 

O Plano Safra 2023/2024 incentiva o fortalecimento dos sistemas de produção ambientalmente sustentáveis.

Serão premiados os produtores rurais que já estão com o Cadastro Ambiental Rural analisado e também aqueles produtores rurais que adotam práticas agropecuárias consideradas mais sustentáveis.  

A redução será de 0,5 ponto percentual na taxa de juros de custeio para os produtores rurais que possuírem o CAR  analisado, em uma das seguintes condições : Programa de Regularização Ambiental (PRA), sem passivo ambiental ou  passível de emissão de cota de reserva ambiental.  

Também terão direito à redução de 0,5 ponto percentual na taxa de juros de custeio os produtores que adotarem práticas de produção agropecuária consideradas mais sustentáveis, como: produção orgânica ou agroecológica, bioinsumos, tratamento de dejetos na suinocultura, pó de rocha e calcário, energia renovável na avicultura, rebanho bovino rastreado e certificação de sustentabilidade. 

A definição do rol dessas práticas, bem como a regulamentação de como elas serão comprovadas pelos produtores rurais junto às instituições financeiras, ocorrerá posteriormente ao lançamento do Plano Safra 2023/24.



Fonte: Agro Marechal/Ministério da Agricultura
OUTRAS NOTÍCIAS
Previsão do tempo (M. C. Rondon)
Hoje
16°C
29°C
Parcialmente Nublado
Amanhã
19°C
28°C
Parcialmente Nublado
21 / 06
16°C
28°C
Parcialmente Nublado
Cotações agrícolas
R$ 48,00
R$ 120,00
R$ 75,00
R$ 2,64
R$ 6,63
R$ 210,00
R$ 5,44

Sem negociau00e7u00e3o.