13/05/2024 09:11 |
Campo Futuro vai reunir dados estratégicos da agropecuária do Paraná
Nos próximos três meses, projeto da CNA com apoio do Sistema FAEP/SENAR-PR acompanha diversas atividades do setor produtivo

Com objetivo de apurar os custos de produção de diversas atividades agropecuárias e, desta forma, gerar dados estratégicos para o setor, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), com apoio do Sistema FAEP/SENAR-PR, inicia, no dia 13 de maio, mais uma edição do projeto Campo Futuro. O trabalho desenvolvido desde 2007 conta com parcerias com universidades, centros de pesquisa e sindicatos rurais em todas as regiões brasileiras. Os dados reunidos pelo Campo Futuro vão permitir que os produtores rurais conheçam os números da própria atividade, para que possam tomar decisões balizadas e em sintonia com a realidade do mercado.

``O Sistema FAEP/SENAR-PR apoia desde o início esse trabalho, porque entendemos que, sem dados confiáveis, fica difícil para o produtor administrar o seu negócio. Cada vez mais, a propriedade rural precisa ser encarada como uma empresa e o produtor deve aprender a fazer suas contas para poder planejar melhor o seu futuro``.

Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR

No Paraná, estão previstas a realização de 29 painéis, entre reuniões presenciais e virtuais, (CONFIRA A TABELA EM ANEXO) em diferentes municípios, com objetivo de levantar os custos de produção das seguintes atividades: pinocultura, cana-de-açúcar, pecuária de leite, pecuária de corte (cria, engorda, recria e ciclo completo), suinocultura (terminação e produção de leitões), horticultura (mandioca), fruticultura (maçã, laranja e morango), frango de corte, aquicultura (tilápia), café e grãos (soja, milho, trigo e feijão). Em cada painel participam produtores rurais, técnicos da CNA e do Sistema FAEP/SENAR-PR, dirigentes dos sindicatos rurais e representantes de outros elos da cadeia produtiva.

Segundo a técnica Ana Paula Kowalski, do Departamento Técnico e Econômico (DTE) do Sistema FAEP/SENAR-PR, a proposta é levantar os números dentro da porteira. “Os painéis vão desenvolver indicadores para compor um grande sistema de informação que ficará à disposição dos produtores rurais. Por isso, para termos números representativos, é importante a participação efetiva dos agricultores e pecuaristas de cada região” aponta.

Nesses encontros é fundamental que os produtores compareçam com informações sobre seus custos de produção, como gastos com energia elétrica, compra de insumos, mão de obra, dados da comercialização e preços médios de venda, que permitirão chegar à margem de lucro por atividade e da propriedade como um todo.

Cerca de 30 dias após a realização da reunião, os institutos de pesquisa consolidam os dados e encaminham a planilha de cálculo e o relatório aos sindicatos e produtores rurais que participaram do levantamento.

Metodologia

Para levantar os custos regionais de cada atividade, a metodologia do Campo Futuro prevê a definição da “propriedade modal”, aquele tipo de propriedade que mais se repete na região pesquisada.

Os painéis são realizados anualmente, mas nem sempre com as mesmas culturas. Em 2023, por exemplo, o Campo Futuro pesquisou os custos de 11 atividades agropecuárias. Em 2024, serão 53 atividades pesquisadas.

“Algumas culturas bastante dinâmicas, como o cultivo de grãos, são acompanhadas anualmente. Já outras, como a fruticultura, têm um intervalo maior entre as realizações dos painéis”, explica Ana Kowalski, do Sistema FAEP/SENAR-PR.



Fonte: Sistema FAEP/SENAR-PR
Foto: Sistema FAEP/SENAR-PR
OUTRAS NOTÍCIAS
Previsão do tempo (M. C. Rondon)
Amanhã
16°C
21°C
Chuva
25 / 05
12°C
16°C
Chuvas Isoladas
26 / 05
10°C
18°C
Parcialmente Nublado
Cotações agrícolas
R$ 50,00
R$ 122,00
R$ 74,00
R$ 2,45
R$ 6,49
R$ 220,00
R$ 5,14
CONTRATO US$/bu VAR
JUL 2024
1.240,50
1,25
AUG 2024
1.238,50
0,75
SEP 2024
1.218,75
-0,25
NOV 2024
1.215,75
-0,25
u00daltima atualizau00e7u00e3o: 22:47 (23/05)